sexta-feira, 11 de março de 2011

Aprendendo com as diferentes culturas.

A cada dia no meu curso de “deutsch” tenho aprendido não só da cultura Alemã, mas também com a cultura dos demais colegas de sala que estudam comigo, e isso tem sido uma experiência bastante rica... Tenho aprendido que aquilo que é normal para mim, é estranho para os outros e vice-versa.
Estive lendo o ótimo texto da Iram, em seu capítulo 70 em seu blog, e me lembrei das muitas vezes de incompreensão ou inflexibilidade da maioria das pessoas aqui quando estão atendendo algum estrangeiro. Acredito que já deveriam até estar acostumados com isso, pois a quantidade de estrangeiros que residem aqui é muitooo grande (mas essa é outra conversa muito longa por sinal rs).
Na verdade comunicação não é tão fácil assim, mesmo em países com a mesma língua. Quantas vezes você foi ou se sentiu mal compreendido com pessoas conhecidas, após ter dito algo???
Quando estava Brasil, cheguei a fazer um curso de Libras, que é a linguagem brasileira para surdos. E aí foi outra quebra de paradigmas, aprender a me comunicar com gestos... E aprendi.
E por falar em gestos, outro dia estive lendo um texto de Reinaldo Polito sobre os signigficados de gestos nas diferentes culturas. E trago aqui um trecho bem interessante para vocês:
Alguns dos gestos que apresentam diferenças de interpretação mais curiosas são:
Apertar a ponta da orelha
No Brasil - É um sinal de aprovação
Na Índia - É uma forma de se desculpar, ou de mostrar arrependimento por uma falha ou erro cometido.Na Itália - Indica que a pessoa que está sendo apontada é homossexual
Apontar com o polegar para cima, com os quatro outros dedos fechados na palma
No Japão - Significa o número 5
Na Alemanha - Significa o número 1
No Brasil - Significa que está tudo certo e serve também para pedir carona
Na Europa e EUA - É o pedido de carona
Na Turquia - Significa uma cantada para sair com homossexual
Na Nigéria e Austrália - É um gesto obsceno.

O mesmo significado que tem no Brasil o gesto de encostar a ponta do polegar na ponta do indicador, formando um círculo. Por sinal, o significado que esse gesto tem no Brasil é o mesmo na Turquia e na Rússia.

Falando um pouco mais desse gesto, que é tão obsceno no Brasil, vamos ver que significado possui em outros países.
Nos EUA - Significa que está tudo certo, positivo.
No Japão - Significa valor financeiro - moeda, dinheiro.
Na França - Significa que é algo sem valor, zero.
Na Turquia - Significa que alguém é homossexual.
Mão em forma de figa
No Brasil - Significa fato auspicioso, de boa sorte.
Na Croácia - Bem diferente do que ocorre no Brasil, o significado é de algo sem valor ou de um não.
Na Turquia e Grécia - Tem significado obsceno. É o mesmo significado que tem no Brasil o gesto de bater no círculo formado com o indicador e o polegar, quase fechados, com a palma da outra mão.
Na Tunísia e Holanda - Significa o pênis.
Raspar o queixo com a ponta dos dedos (como se estivesse jogando algo grudado embaixo do queixo para fora)
No Brasil - Significa sei lá, não tenho essa informação.

Na Itália (região Sudeste) - Significa sem chance.
Na França - Significa sai daqui.

Mover a cabeça no sentido lateral, de um lado para outro
Talvez seja a diferença mais gritante que poderíamos encontrar no significado de um gesto entre os diversos países.
Em quase todos os países do ocidente - Significa não.
Na Bulgária, Grécia, Irã e Turquia - Significa, por incrível que possa parecer, sim.
Movimentar o dedo indicador esticado em círculos na região da têmpora
No Brasil e nos EUA - Significa que alguém não está batendo bem da cabeça, que pirou, está doido.
Na Argentina - Significa que uma pessoa está querendo falar com a outra.
Na Alemanha - Significa que alguém fez barbeiragem no trânsito.
O chifre feito com o dedo mínimo e indicador, enquanto o médio e o anular ficam fechados
No Brasil e na Itália - Significa que o marido está sendo traído, corneado pela mulher.
Na Venezuela - Significa conquista, sorte, futuro promissor.
Nos EUA - região do Texas - Significa que o torcedor está solidário e dando apoio ao seu time.

No final do texto ele trás algumas dicas interessantes, como:

* Se você deseja ser bilíngüe, aprenda e domine também os gestos da outra cultura
* Conheça bem o significado dos gestos usados nos países com quem precisa manter contato para evitar mal-entendidos
* Se um estrangeiro fizer algum gesto que você considere ofensivo, ponha na conta das diferenças culturais e não se incomode com o fato
* Leia livros sobre relacionamento intercultural para se sentir mais confortável nos contatos com pessoas de outros países

10 comentários:

Bergilde Croce disse...

Estou visitando seu blog e lendo um pouco de tudo que já registrou.Você escreve bem e com conteúdo,parabéns!
Seguindo também da Itália,
Bergilde
Sobre gestos e seus significados que mudam de cultura em cultura foi bom conhecer alguns que me deixavam curiosa sem saber seu porquê e descobrí só hoje aqui.

Paty Chuchu disse...

oiiiiiii querida nossa cada coisa ne?Sem contar que fazer figa com a mao aqui na Alemanha e´ um gesto obsceno ,imagina um gesto que pra gente e´ pra dar sorte aqui e´ obsceno..Qta diferenca..Adorei seu post aprendi muito..bjs

Ingrid disse...

Super interessante! Alguns eu já conhecia por ter feito uma pesquisa a alguns anos atras mas outros fquei sabendo agora! Uma coisa que eu percebi: Os alemaes nao costumam conversar fazendo gesto :) e alguns já me alertaram "cuidado com os seus gestos" principalmente quando eu levanto o braco direito as vezes pra mostrar ou explicar algo, mas que já me olham com os olhos bem arregalados (por causa do nazismo).

bjos e bom fds!

Eva disse...

July querida, que legal seu blog, adorei esse post, mostra as diferenças culturais e de costumes e simbologia, ângulos diferentes de ver, bom para nos lembrar que tudo depende do ponto de vista, eheh, bjinho e ótimo findi, adorei sua visitinha lá no blog, seja super bem vinda, amiga, eu amooo.

Michele disse...

Adorei sua visita.

Belo espaço o seu.
Um beijo,
Mih

Nilce disse...

Oi July

Não é nada fácil viver em outro país. até no Brasil dependendo da região muitas palavras e gestos têm significados diferentes, imagino em outras culturas.
Vivendo e aprendendo sempre.

Bom domingo para você.

Bjs no coração!

Nilce

Adriana Alencar disse...

Adorei o post, saber mais sobre outras culturas e tantas diferenças foi muito interessante. Posso fazer uma pequena ressalva? Já morei na Grécia, e balançar a cabeça para os lados lá também quer dizer não...
Beijocas
Adri

Carol disse...

Nossa! ADorei saber mais um pouquinho de outras culturas... eu lembro que qdo fui pra França, fazer 2 com o dedo com a palma da mao pra frente se nao me engano é ofensa.

ADORO essas diferenças, acho mega interessante.

Beijos!

Inês disse...

Oi tudo bem, realmente depois do terremoto e tsunami juntos nao está nada facil para as vitimas, mas so mesmo torcendo para nao aparecer outra surpresa como essa, em cima do que ja tem pra arrumar, né?

Lendo o post seu da cultura achei interessante como uma coisa pode ser totalmente diferente para outra, e em algumas temos que ter o devido cuidado, pois podemos ofender e nem saber..rs

tudo de bom pra vc, bjs

Flávia - Compartilhando Idéias... disse...

Oi July!

Muitíssimo interessante!
Vim atrás da postagem sobre o desapego e me deparei com este super post. Parabéns!

Aqui no Japão fazer chifrinho na cabeça com os dedos indicadores significa que a pessoa está brava, muito brava. Já no Brasil, queremos dizer que fulano é chifrudo! kkk

Por isso, como você disse, "devemos tomar muito cuidado e tentar decifrar o gesto" (antes de partir para a agressão!) kkk

Um beijo querida!